31/07/2023

Investir em imóveis: saiba por onde começar

Helbor

Você sabia que investir em imóveis pode trazer estabilidade e excelentes retornos financeiros? Descubra os motivos que tornam os imóveis uma escolha inteligente e rentável.

Investir em imóveis: saiba por onde começar

Muita gente tem dúvidas sobre os melhores tipos de aplicação financeira. Quem entende desse mercado sabe que o ideal é diversificar, alocando o capital em diferentes ativos para potencializar os ganhos e reduzir os riscos. Nesse cenário, uma das opções é investir em imóveis.

Já diz o ditado: “quem compra terra não erra”. Segundo as perspectivas, em 2023, investir em imóveis será um bom negócio, uma vez que há oportunidades de bens com valores abaixo do que valerão no médio e longo prazo. Ou seja, a tendência é de alta valorização. Isso é confirmado por especialistas.

Além disso, o investimento direto em imóveis residenciais é a aposta dos agentes do setor, com 74% das indicações. Esses dados demonstram que vale a pena considerar essa opção.

Por isso, vamos explicar por onde começar, caso você queira seguir esse caminho. Leia e saiba mais.

Por que investir em imóveis é uma boa opção?

Investir em imóveis é uma boa opção por **contribuir com a consolidação do seu patrimônio. **

Além disso, reduz custos com as despesas de uma moradia terceirizada e favorece a obtenção de lucros, tanto com a valorização quanto com a locação. Ou seja, essa é uma forma de aliar estabilidade e excelentes retornos.

Veja, a seguir, mais fatores que mostram por que investir em imóveis é uma boa opção.

Segurança

A demanda por imóveis sempre existe, mesmo nos períodos de crise. Além disso, esse é um investimento imune a falências bancárias, não sofre interferência do governo e tem uma rentabilidade historicamente estável. Portanto, é uma alternativa que vale a pena considerar.

Potencial de valorização

O Brasil tem uma demanda consistente por imóveis. Segundo dados de 2019, chega a 5,9 milhões de residências. Também há o aumento populacional consistente. Esses dois fatores contribuem para o potencial de valorização.

Ainda tem mais. É o caso das obras que justificam por que contratar um arquiteto de interiores para apartamento na planta. Afinal, um projeto diferenciado com requinte e elegância faz com que essa alta seja ainda mais relevante.

Geração de renda passiva

Ter uma renda passiva é ** fazer o dinheiro trabalhar para você.** É exatamente o que o investimento em imóveis faz.

Seja por meio da venda ou locação, você tem um ganho que independe do seu esforço. Isso permite ter uma remuneração consistente ao longo do tempo.

Quais os tipos de investimentos em imóveis?

Os tipos de investimentos em imóveis são:

Terreno

Nesse caso, você adquire um terreno ou lote para lucrar em médio e longo prazo. A vantagem é que essa modalidade dificilmente perde valor. Além disso, você pode construir uma casa ou edifício para ganhar em cima da venda ou aluguel das unidades.

Nesse último caso, é válido saber quais são as etapas de uma obra até a entrega das chaves. Assim, você consegue levantar o capital necessário para cobrir os custos da compra do terreno e da construção.

De toda forma, o cuidado é fazer uma análise detalhada da região para saber qual é seu potencial de valorização. Isso vai interferir nos seus ganhos futuros.

Imóvel na planta

A principal vantagem dos imóveis na planta é que você paga um valor, mas há valorização assim que a construção for finalizada. A alta chega a ficar entre 15% e 40%, tanto pela movimentação de mercado quanto pelo reajuste do Índice Nacional da Construção Civil (INCC).

Por isso, ainda que você compre e venda logo que a obra estiver pronta, já terá algum ganho. Também existe a possibilidade de fazer melhorias e revender depois por um preço ainda mais alto.

Aluguel

Aqui, você adquire imóveis para alugar para outras pessoas e ter uma renda passiva todos os meses. Essa é uma modalidade muito utilizada, mas requer pesquisa de mercado e uma análise para descobrir a propriedade ideal para essa finalidade.

Também é necessário verificar o potencial de lucro e verificar como é a região no entorno. Isso porque todos esses aspectos vão interferir na sua capacidade de alugar o bem.

Compra e venda de imóveis

A diferença dessa modalidade para a compra dos imóveis na planta é que, aqui, eles já estão prontos para uso. Por isso, o objetivo é adquiri-los por um preço baixo e vendê-los por um valor alto.

Devido às características dessa transação, é necessário ter alguns cuidados. A primeira delas é com o ciclo do mercado imobiliário. É melhor comprar na baixa e vender na alta, o que pode levar tempo . Além disso, contabilize alguns gastos comuns à operação. Por exemplo; impostos, taxas de intermediação e cartorárias, além da manutenção do imóvel ao longo do tempo.

Fundos imobiliários

Os FIIs são fundos de investimento focados em ativos imobiliários. Alguns compram empreendimentos físicos, como shoppings, lajes corporativas, galpões, hospitais etc. Esses são chamados fundos de tijolo. Ainda tem os fundos de papel.

Nesse caso, o foco é o investimento em títulos vinculados ao mercado imobiliário. Por exemplo, Letras de Crédito Imobiliário (LCIs), Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) e Letras Hipotecárias (LHs).

A vantagem dos FIIs é o fato de sua gestão ser feita por um profissional. Portanto, você não precisa cuidar todos os dias do imóvel, nem tomar decisões rotineiras.

Por outro lado, é importante verificar se a gestão tem um bom histórico de rentabilidade. No caso de 2023, o FII com maior retorno até maio atingiu 23,5% e era um fundo de tijolo. No entanto, existem situações em que a rentabilidade é negativa (prejuízo).

Como encontrar imóveis para investir?

Para encontrar imóveis para investir, faça uma boa pesquisa de mercado, analise a região em que a propriedade está e investigue seu potencial de lucro.

Você pode fazer esse processo sem ajuda, mas é melhor contar com especialistas, como a Helbor.

Com mais de 45 anos de existência, a Helbor Empreendimentos faz toda a gestão do processo imobiliário. Por isso, coordena a ação de fornecedores com responsabilidade e transparência.

No total, a incorporadora já desenvolveu 260 projetos que somam 7,8 milhões de m² de empreendimentos entregues, em lançamento ou em construção.

Portanto, são mais de 41 mil unidades em 30 cidades de 10 estados brasileiros e no Distrito Federal.

Dessa forma, você encontra exatamente o que deseja e faz o seu patrimônio crescer. Até mesmo porque investir em imóveis é um bom negócio.

Então, que tal começar? Acesse o site da Helbor e conheça nossos empreendimentos para entender como podemos ajudar a trazer mais tranquilidade para o seu futuro.

A nossa história começa dentro de casa, com a nossa família, e temos orgulho de ser uma empresa familiar.

Saiba mais