09/10/2023

Como funciona o contrato de compra e venda de imóvel?

Helbor

Quer comprar um imóvel? Saiba como funciona o contrato de compra e venda de imóvel, bem como seus direitos e responsabilidades nessa transação.

Como funciona o contrato de compra e venda de imóvel?

O contrato de compra e venda de imóvel garante os direitos do comprador e vendedor, evitando dores de cabeça no futuro.

Contudo, esse documento ainda gera dúvidas em muitas pessoas. A seguir, entenda como funciona um contrato de compra e venda de imóvel.

O que é o contrato de compra e venda de imóvel?

O contrato de compra e venda de imóvel é a forma de garantir que as partes envolvidas cumpram seus deveres. Desse modo, regula as obrigações, define penalidades, previne erros e diminui riscos durante a aquisição do imóvel.

No contrato, fica estipulado que o vendedor se compromete a transferir o domínio de uma casa, apartamento ou terreno ao comprador, mediante pagamento do valor acordado.

Previsto no Código Civil, o contrato deve incluir uma cláusula que assegure que as partes não tenham quaisquer obstáculos que possam prejudicar a realização da negociação. Contudo, para que o documento tenha valor legal, deve ser registrado em cartório ou tabelionato.

Qual a importância desse documento?

O contrato de compra e venda de imóvel indica os direitos e obrigações das partes, evitando que golpes, fraudes e outros problemas aconteçam ao garantir que a operação seja realizada.

Veja pelo exemplo em que uma propriedade é negociada para mais de uma pessoa. O contrato de compra e venda permite que o comprador questione a ação na justiça, reavendo seu prejuízo.

Qual a diferença de um contrato para uma promessa de compra e venda?

Diferente do contrato de compra e venda de imóvel, a promessa de compra e venda é um documento preliminar, em que o objetivo é assegurar que as partes contratantes celebrem o contrato definitivo sob algumas condições.

Assim, a promessa não representa a compra do imóvel e sim o comprometimento prévio para que a negociação ocorra. Desse modo, quando chegar o momento oportuno para ambas as partes, o contrato de compra e venda de imóvel pode ser celebrado.

O que deve conter o contrato de compra e venda de imóvel?

O contrato deve ser redigido de forma que contenha detalhes importantes da negociação. Essa responsabilidade é da parte vendedora do imóvel. Entretanto, cabe à parte compradora ler e revisar o documento com atenção, identificando qualquer equívoco.

Além disso, é indicado que seja revisado por um profissional da área jurídica, garantindo que ambas as partes estejam de acordo com o que a lei exige. A seguir, veja o que não pode faltar em um contrato de compra e venda de imóvel.

Identificação do vendedor e comprador

As primeiras informações que devem constar no contrato são dados relacionados às partes envolvidas: nome, documentos de identificação, endereço, estado civil, profissão, garantindo assim que não existam problemas com homônimos.

Valor da negociação

O valor do imóvel deve estar estipulado no contrato de compra e venda. Além disso, é preciso incluir possíveis reajustes já acordados anteriormente. Além do montante, a forma de pagamento deve ser descrita no documento.

Garantia

Geralmente é necessário que o comprador apresente garantia de que pode adquirir o imóvel. Por isso, é importante incluir uma cláusula que demonstre o que foi previsto durante a negociação entre as partes.

Descrição do imóvel

É fundamental que o contrato de compra e venda de imóvel tenha a descrição do apartamento, casa ou terreno com o número de cômodos, condições, metragem, vistoria e outras características com riqueza de detalhes. Isso garante segurança para comprador e vendedor.

Multa por rescisão

Quando alguma cláusula do contrato não é seguida, a multa por rescisão garante a obrigatoriedade do pagamento por descumprir o que foi acordado. Além dela, podem ser inseridas outras multas, desde que combinado previamente.

Prazo de carência ou desistência

É garantido por lei que ambas as partes podem voltar atrás, desistindo da negociação por tempo determinado. Por isso, no contrato deve estar descrito o prazo de carência ou desistência da compra ou venda do imóvel.

Assinaturas das partes e testemunhas

Por fim, o contrato de compra e venda de imóvel deve ser finalizado com a assinatura das partes e também de duas testemunhas. Em seguida, o contrato já está pronto para ser reconhecido em cartório, a critério das partes envolvidas.

Quais os custos do contrato?

O contrato é um documento que apresenta custos que podem variar a depender do preço da transação, ou seja, valor do imóvel, a quantidade de partes envolvidas na negociação e a situação de registro do imóvel.

Cuidados antes de assinar um contrato de compra e venda de imóvel

Ainda que o contrato seja um documento que garante a segurança da negociação, é essencial que as partes tenham atenção antes de assiná-lo, especialmente o comprador.

Por isso, listamos alguns cuidados recomendados antes da assinatura. Para evitar problemas, siga nossas dicas:

  • consulte informações a respeito do vendedor e do imóvel;
  • solicite a matrícula do imóvel, assim como certidões negativas do vendedor;
  • tenha atenção às obrigações que garantem a transmissão da propriedade, verificando as especificações.

Neste conteúdo, você compreendeu a importância do contrato de compra e venda de imóvel para que a negociação seja feita de **forma segura, evitando problemas no futuro. **

Para garantir uma compra segura do seu imóvel, conte com uma empresa especializada, como uma incorporadora.

Essas informações foram úteis? Então, nos siga nas redes sociais para conferir mais assuntos como este. Estamos no Instagram, Facebook, LinkedIn e YouTube!

A nossa história começa dentro de casa, com a nossa família, e temos orgulho de ser uma empresa familiar.

Saiba mais