23/10/2023

Comprar o primeiro imóvel: saiba o que considerar

Helbor

Confira neste artigo os fatores que você precisa avaliar na hora de adquirir o seu primeiro imóvel. Esteja preparado para essa grande conquista!

Comprar o primeiro imóvel: saiba o que considerar

A aquisição do primeiro imóvel é uma grande decisão. Por envolver diversas informações e burocracias, pode parecer difícil compreender o que envolve todas as etapas dessa negociação.

No entanto, é possível adquirir seu primeiro apartamento ou casa com segurança e tranquilidade, desde que você saiba o que esperar.

Para isso, é fundamental conhecer os processos e etapas da negociação. E, para te ajudar no momento da compra, listamos as informações que você precisa considerar na hora de comprar o primeiro imóvel. Confira!

Orçamento

Quando falamos sobre o orçamento para a compra do primeiro imóvel, é importante considerar a divisão dos custos fixos e variáveis nos gastos mensais do comprador.

Os custos fixos são as despesas pagas todo mês, como:

aluguel; condomínio; contas de água; contas de energia; escola; plano de saúde; e outros.

Já os custos variáveis são contas que oscilam ao longo dos meses, como lazer e supérfluos, que podem aumentar ou reduzir em determinados períodos.

É importante classificar também os custos semi-fixos e semivariáveis, como compras de supermercado, combustível e outros que podem diminuir ou aumentar. No entanto, sempre estarão como gastos mensais.

Tudo isso é considerado no orçamento. Afinal, a renda para a compra do primeiro imóvel não pode comprometer mais do que 30% do total da renda familiar.

Assim, a renda para comprar o primeiro imóvel resulta de quanto o comprador e outras pessoas envolvidas na aquisição podem oferecer de contribuição.

Localização

Entre os pontos que devem ser avaliados para escolher o local ideal para morar, estão:

segurança; distância em relação ao trabalho; distância em relação a escolas; locais de interesse; vias de acesso; proximidade a hospitais, farmácias, unidades de saúde e supermercado; comércios; áreas verdes.

Tipos de imóvel

A escolha do tipo de imóvel influencia no valor, forma de pagamento e também na disponibilidade. Por isso, na hora de comprar o primeiro imóvel, é necessário avaliar os modelos disponíveis, comparando-os e analisando qual atende melhor as preferências da família.

As variedades de imóveis residenciais são qualificados pelo tipo de construção, detalhes da planta e categoria de propriedade. Conheça os principais.

Apartamento

Os apartamentos se destacam por sua organização vertical, oferecendo uma gama de características que se adequam ao estilo de vida moderno.

Projetados para otimizar o espaço disponível, são opção para pessoas solteiras, casais e famílias que buscam segurança e conforto.

Com uma variedade de tamanhos e configurações, os apartamentos atendem a diferentes necessidades, desde estúdios compactos até ambientes com vários quartos.

Uma das principais vantagens dos apartamentos é a sua localização em áreas urbanas, proporcionando acesso fácil a comércio, serviços, entretenimento e transporte público.

Além disso, alguns apartamentos oferecem uma gama de comodidades compartilhadas, como academias, piscinas, espaços de convívio e áreas de lazer, promovendo uma melhor qualidade de vida.

Casa

Por outro lado, as casas oferecem espaços ao ar livre, como quintais com árvores e vegetação natural, assim como áreas de lazer privativas.

No entanto, a manutenção pode ser mais intensa que a de um apartamento, e a localização pode não ser tão central quanto a de um apartamento em um ambiente urbano.

Sobrado

O sobrado consiste em uma casa que possui dois ou mais andares. Sejam eles residenciais ou comerciais. Esse tipo de construção também pode ser encontrada em condomínios.

Condomínios

Os condomínios, sejam de casas ou apartamentos, representam uma combinação de comodidade e tranquilidade. Eles disponibilizam uma variedade de serviços que englobam segurança, manutenção de elevadores, sistemas elétricos e hidráulicos, além de outros serviços gerais necessários. Em alguns casos, condomínios também contam com áreas de lazer compartilhadas.

Esses espaços promovem a interação social entre os moradores, criando um ambiente de convivência. A sensação de pertencimento e o compartilhamento de responsabilidades comuns tornam os condomínios uma escolha atrativa para aqueles que valorizam tanto a independência quanto a conexão com os outros.

Formas de pagamento

Ao comprar o primeiro imóvel, considerar a forma de pagamento enquanto escolhe o tipo de residência é fundamental. Existem dois principais caminhos: à vista e por meio de financiamento.

O financiamento é o método mais comum e conta com a ajuda de uma instituição financeira para o empréstimo de parte do montante.

Como vimos anteriormente, as parcelas são de até 30% da renda familiar. Desse modo, é importante considerar também o valor de entrada para um financiamento, que costuma variar entre 10% e 20% do valor do imóvel. A seguir, entenda as principais formas de pagamento.

Pagamento à vista

O pagamento à vista é feito quando o comprador dispõe do valor total do imóvel para a compra. Apesar de não ser tão comum, essa forma de pagamento apresenta algumas vantagens. Entre elas, a possibilidade de negociar um bom preço, alcançando um desconto adicional, e a tranquilidade de não precisar se preocupar com prazos para pagamento.

Financiamento com FGTS

O saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pode ser retirado para uso em situações específicas. Uma delas é o financiamento de imóvel. Por isso, ao escolher essa opção, é importante analisar as modalidades e regras dessa alternativa.

Financiamento bancário

Para comprar o primeiro imóvel por financiamento bancário, a negociação é feita a partir do crédito imobiliário oferecido pela instituição financeira escolhida. Cada organização apresenta critérios e taxas de juros diferentes.

Atualmente, é possível fazer simulações do financiamento imobiliário em aplicativos disponíveis pelos bancos.

Consórcio imobiliário

Além do pagamento à vista e financiamento imobiliário, o consórcio é mais uma opção para forma de pagamento. Nessa modalidade, um grupo de pessoas se reúne para pagar um bem. Cada participante paga parcelas mensais para a empresa administradora, responsável por gerenciar o processo. Assim, mensalmente, um dos participantes é contemplado para receber o dinheiro e comprar o imóvel à vista.

Documentação

A documentação usada para comprar o primeiro imóvel pode parecer burocrática demais, mas tais documentos são essenciais para a aquisição segura do imóvel.

Afinal, ela permite que o comprador tenha tranquilidade ao saber que seu imóvel está regularizado. Além disso, os documentos protegem o comprador de possíveis golpes, visto que o processo é devidamente documentado. Confira quais são os principais para comprar o primeiro imóvel.

Comprovante de identidade

É importante estar com o documento de identificação em mãos. Essa informação comprova a identidade da pessoa que está adquirindo o imóvel.

Declaração do Imposto de Renda

Outro documento que costuma ser solicitado é a declaração do Imposto de Renda (IR). Essa documentação é importante especialmente para aqueles que escolhem como forma de pagamento o financiamento imobiliário.

Comprovante do estado civil

O comprovante de estado civil é um documento utilizado para atestar se o comprador é solteiro ou casado. Esse é um detalhe importante em relação às pessoas que vão fazer parte da renda para o financiamento, e também a titularidade do imóvel.

Extrato do FGTS

O extrato do FGTS é exigido apenas caso os recursos do fundo sejam usados.

Escritura

Após a compra do imóvel, alguns documentos devem estar em posse do comprador para comprovar que a transação foi realizada, atestando a identidade do novo proprietário.

A escritura é um desses documentos e visa demonstrar que se firmou um ato jurídico mediante testemunhas. Desse modo, a escritura é um documento fundamental para transações de compra e venda de imóveis.

Elaborada em um cartório de notas, essa documentação comprova com validade jurídica que a compra e venda do imóvel ocorreu de fato. Além disso, garante o direito do futuro dono ao seu imóvel. Esse documento exige a cobrança de dois valores após sua emissão: o valor do serviço do cartório e o ITBI (Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis).

Matrícula atualizada

A matrícula atualizada, também conhecida por Certidão de Matrícula de Imóvel, é um documento que demonstra os dados referentes ao imóvel. Entre as informações contidas estão lote, dimensões, datas de registros, inventários, informações sobre o proprietário, como nome, CPF, identidade, estado civil, e alterações pelas quais o imóvel tenha passado.

Essa documentação tem duas finalidades. A primeira é referente à certificação do imóvel. Afinal, a matrícula atualizada comprova que uma pessoa é a proprietária de um determinado imóvel.

Além disso, a documentação evita que o comprador adquira um imóvel em condições desfavoráveis, que apresente alguma forma de pendência.

Planta baixa

A planta baixa é um documento elaborado pelo arquiteto e visa representar o layout da casa ou apartamento. Com ela, é possível verificar a disposição dos ambientes, analisando como estão organizados e interligados.

O desenho da planta baixa também apresenta detalhes, como a existência de paredes, portas, janelas e outros elementos. Assim, o documento pode ser usado como representação da casa, de um andar, do apartamento ou do edifício todo. Por isso, a planta baixa auxilia o comprador na hora de visualizar as características físicas do imóvel.

Custos adicionais

Além do custo relacionado ao pagamento da casa ou apartamento, seja ele à vista ou financiado, algumas outras despesas estão presentes na hora de comprar o primeiro imóvel. Por isso, é importante conhecer os custos adicionais.

Contrato de compra e venda

O contrato de compra e venda deve ser feito por profissionais, como um advogado especializado em direito imobiliário, por exemplo. Esse documento deve conter informações como:

Dados pessoais do comprador e vendedor; Valor total do imóvel; Forma de pagamento; Valor de entrada; Período das parcelas; Taxas de juros envolvidas; Data da desocupação do imóvel.

Registro do imóvel

O registro do imóvel é onde estão inseridas informações relacionadas ao dono do imóvel e demonstra se houve transferência de um indivíduo para outro. Assim, o registro confirma a legalidade da compra da casa ou apartamento. A obtenção desse documento também exige pagamento.

ITBI

O ITBI é um imposto que deve ser pago ao município onde o imóvel está localizado. É o ITBI que assegura a transmissão de uma casa ou apartamento entre pessoas vivas. Portanto, ambas as partes devem concordar.

O comprador do imóvel é o responsável pelo pagamento do imposto ao município. O pagamento não é cobrado em casos excepcionais, como em doações ou mesmo em transmissões de herança.

Comprar o primeiro imóvel é mais fácil com a Helbor

A Helbor é uma das principais incorporadoras imobiliárias do Brasil. Fundada em Mogi das Cruzes, atualmente está presente em 30 cidades, 10 estados e no Distrito Federal. Com mais de 265 projetos e 41 mil unidades entregues entre casas, apartamentos e conjuntos comerciais e lotes urbanizados, a Companhia conta com equipes especializadas que buscam desenvolver soluções e espaços que atendam às necessidades de moradia e trabalho para milhares de pessoas.

A Helbor é uma incorporadora de trajetória sólida. Ao longo de sua trajetória, conquistou 37 prêmios, incluindo o Master Imobiliário (cases de empreendimentos prontos ou em lançamento) e o Top Imobiliário (premiação baseada em ranking de lançamentos de unidades na região Metropolitana de São Paulo).

Afinal, a companhia coordena, de forma adequada, a ação de construtoras e imobiliárias, sempre com responsabilidade, transparência e respeito à sociedade e ao meio ambiente por meio de suas ações.

Se você está pronto para comprar seu primeiro imóvel, conte com a Helbor para essa realização. Assim, você pode ter segurança e tranquilidade desde a negociação até a mudança para o seu apartamento novo!

Acesse o site da Helbor e conheça nossos empreendimentos!

A nossa história começa dentro de casa, com a nossa família, e temos orgulho de ser uma empresa familiar.

Saiba mais