O QUE TEM DE NOVO!

Que bom que você voltou confira as últimas atualizações:

NOVOS EMPREENDIMENTOS

Veja a lista de novos lançamentos:

LOCAL

LIGAR

CHAT

MEU PERFIL

11 3674-5500

BUSCA

FEED

37

CIDADE

Ele tem 35 anos e há 12 vive no Brasil, dois dos quais em Mogi das Cruzes. O norte-americano Shamell Jermaine Stallworth tem jeito de menino e gingado que parece coisa de carioca. Relaciona-se com a torcida aos sorrisos e o sangue ferve na quadra quando, vestindo a camisa 24 da equipe Mogi/Helbor que disputa o Novo Basquete Mogi (NBB), sobe para um arremesso, pula para enterrar a bola e segurar o aro com as duas mãos ou joga o ombro pela direita e sai pela esquerda para desespero do adversário. Pois esse meninão de 1,94m. e 93 quilos marcou seu nome na história do Novo Basquete Brasileiro ao superar a marca dos cinco mil pontos no jogo de quinta-feira em Rio Claro. Jogo no qual outro atleta com a camisa do Mogi/Helbor, o armador Larry Taylor, ainda conseguiu a façanha de 27 pontos. Sim, nosso time perdeu o jogo, mas o que é o esporte senão, como a vida, uma sucessão de vitórias e derrotas? Como nesta, o que importa no esporte é o esforço contínuo pelo aperfeiçoamento. Para nós aqui de O Diário poder editar uma manchete como a de sexta-feira, em que registramos o recorde de Shamell, é uma ação muito gratificante. Vivemos de registrar o dia-a-dia da Cidade, suas vitórias e suas derrotas. Mas, acompanhar a trajetória de nossa atual equipe de basquete é daquelas ações que lavam a alma. Não por acaso, a torcida do Mogi/Helbor vem sendo, seguidas vezes, apontada como a melhor de toda a disputa. Por seu comportamento, sua união, sua lealdade e os seguidos recordes de público no Ginásio Municipal Professor Hugo Ramos. Mesmo local onde, a começar da próxima sexta-feira, o time terá seis partidas consecutivas. A Cidade vive um momento peculiar em dois esportes: no basquete e no tênis, com João Olavo Souza, o Feijão – hoje o tenista que ocupa a 4ª posição no ranking nacional e um dos 150 melhores em todo o mundo. Destaque-se que, assim como o basquete, que tem apoio da empresa mogiana Helbor, também Feijão conta com patrocínio de outra empresa de raízes locais: Supermercados Alabarce. São ações como estas que ajudam à cidadania, fortalecem a identidade comunitária e fazem de Mogi das Cruzes uma Cidade a se amar. (Editorial, O Diário)

Perfil Inteligente


© 2016 Helbor.